Aplicação de Medicamentos

Em parceria com o Hospital Estrela, os psiquiatras da Clínica Resting Mind realizam aplicação de medicamentos para o tratamento dos seguintes transtornos mentais:

  • depressão resistente ao tratamento;

  • depressão com ideação suicida;

  • esquizofrenia e transtorno esquizoafetivo.

Escetamina Intranasal

A Escetamina Intranasal é um medicamento aprovado pela ANVISA para o tratamento da Depressão Resistente ao Tratamento e para a Depressão com Ideação Suicida

A Depressão Resistente ao Tratamento é definida quando o paciente já utilizou pelo menos dois (2) antidepressivos por pelo menos seis (6) semanas cada, em dose adequada, e não melhorou ainda da depressão. É aprovado para uso em adultos e possui poucas contra-indicações como já ter sofrido um derrame, ter infartado recentemente ou estar com a pressão descontrolada. A aplicação é fácil, com administração de jatos intranasais, duas vezes por semana, por pelo menos quatro (4) semanas. Em casos de Depressão Resistente ao Tratamento deverá ser mantido por alguns meses, mas com um menor número de aplicações.

Efeitos colaterais durante as aplicações são comuns como tonturas, náuseas, sensação de formigamento pelo corpo e elevação da pressão. Na maioria das vezes estes efeitos são leves e transitórios, e terminam dentro de 60 minutos após a aplicação. O paciente necessita ficar em observação por aproximadamente 90 minutos.

Palmitato de Paliperidona

O Palmitato de Paliperidona é um medicamento aprovado pela ANVISA para o tratamento da Esquizofrenia e do Transtorno Esquizoafetivo. Estes são considerados transtornos psicóticos manifestados por delírios, alucinações, comportamento e discurso desorganizados, e sintomas negativos (falar pouco, ter poucos interesses, etc.). Trata-se de um medicamento injetável de longa duração que o paciente aplica uma vez por mês e posteriormente uma vez a cada três meses. Segundo pesquisas internacionais, este medicamento é um dos que mais previne recaídas, internações e mortes. A falta de adesão ao tratamento oral (por comprimidos) é o principal fator de risco para piora do paciente com transtorno psicótico, e o Palmitato de Paliperidona, por ser um medicamento injetável de longa duração, faz com que o paciente não precise tomar comprimidos. A aplicação é fácil, feita no músculo do ombro (deltoide) ou na nádega (glúteo) e praticamente não possui contra-indicações. Inicialmente o paciente deve aplicar uma vez por mês, e após 4 (quatro) meses de uso, se o paciente estiver estável, ele poderá utilizar a forma trimestral, aplicada uma vez a cada 3 (três) meses. Efeitos colaterais são pouco comuns. A aplicação é rápida e muitas vezes não precisa de tempo de observação pós-medicamento.

 

As aplicações podem ser feitas por convênios ou particular.

 

Entre em contato conosco para maiores informações.

Tratamento de Transtornos do Humor e Ansiedade 

Nossa clínica é especializada no tratamento destes transtornos.

Avaliação da Memória

Queixas de memória estão cada vez

mais comuns entre indivíduos

com mais de 60 anos.

Avaliação da Aprendiazgem

Cerca de 10% das crianças e

adolescentes apresentam problemas

de aprendizagem.

Tratamento de Problemas de Aprendizagem

Abordagem com psiquiatra, psicopedagogo e fonoaudiólogo.

Vestibulandos

Ansiedade, depressão e problemas

de concentração são comuns

nesta fase da vida.

Aplicação de Medicamentos

Aplicamos medicamentos para o tratamento de Transtornos Mentais.

EMDR

Técnica de primeira linha para o tratamento de traumas ocorridos ao longo da vida.

Terapia Cognitivo-Comportamental

Eficaz para o tratamento de diversos de transtornos mentais.